Essa campanha foi arquivada

#SaiaSemPreconceito

No ar há 10 meses em Educação
Square 11045844 10206635045183466 8670192332336044566 n
Cozinheiro da mobilização
#SaiaSemPreconceito

Quase um ano depois do desfile de 7 de setembro de 2015, a Prefeitura não apresentou nenhum argumento consistente contra o professor Vitor Pelegrin para justificar o processo preconceituoso contra ele - com a acusação de ter usado saia. Pra piorar, na época, ele tentou se defender e novamente foi injustamente punido: suspenso por 60 dias.

Só que agora o acabou o prazo, definido por lei, de 90 dias máximos pro fim do processo disciplinar. A Prefeitura não se pronunciou, então agora tem que arquivar o processo indevido! Mas parece que o Prefeito Jonas Donizette e a secretária de educação Solange Pelicer não conhecem a lei. É por isso que devemos lembrá-los de cumprir a lei, admitir o erro e, finalmente, arquivar esse processo absurdo! O Prefeito acaba de anunciar sua candidatura a reeleição e não vai poder sustentar uma irregularidade como essa da sua gestão.

Envie seu email ao lado e pressione o Prefeito Jonas Donizette para fazer o que já devia ter feito: arquivar o processo contra o professor!

O professor Vitor Pelegrin executou uma proposta pedagógica inclusiva na Escola Municipal Zeferino Vaz de Campinas e foi injustamente punido num processo que é errado desde o início. A escola havia feito uma apresentação no desfile de 7 de setembro de 2015 com mensagens combatendo a violência contra a mulher, a homofobia e pedindo a paz. O professor estava vestindo uma saia no dia e, por isso, começou a sofrer um processo interno na Prefeitura.

Criamos uma petição que reuniu quase 5000 assinaturas, entregues na mão da secretária de educação, quando além do processo ele foi afastado tentando se defender. Além disso, centenas de manifestações nas redes e nas ruas por todo o Brasil apoiaram o professor vestindo saia sem preconceito. A Prefeitura percebeu que não conseguiria sustentar o processo e, por isso, enterrou ele. Só que agora não tem mais desculpas e forças para continuar com esse absurdo. Protocolamos na Prefeitura o pedido de arquivamento, mas para que eles não nos ignorem de novo, precisamos pressionar! Estamos muito perto da vitória: envie seu email ao lado!

Fontes

Petição

Estatuto do Servidor de Campinas Ler artigo 211

Escola Zeferino Vaz fica sem funcionários e não cumpre horário integral

Qual a diferença de gênero, sexo e orientação sexual

"Gênero não é ‘ideologia’. É identidade" Entenda!

UNESCO: Violência de gênero em escolas impede milhões de alcançar potencial

Defesa para inserir desigualdade de gênero no PNE

Deixe seu comentário