Transparencia e justiça em editais do MINC

No ar há quase 5 anos em Transparência e Participação
7xqaysb
Cozinheiro da mobilização
 Transparencia e justiça em editais do MINC

Falta de transparência em resultado de edital que prejudica candidatos e gera descredito. A publicação em diário oficial deve ser algo sério e ser feito com responsabilidade. O resultado não pode mudar sem justificativas explicadas anteriormente em edital e que nem sequer é explicado no diário oficial como uma retificação. É preciso respeitar a dedicação das pessoas, seu trabalho, esforço, luta, num país onde se é tão difícil ser artista e trabalhar com cultural. Fui aprovada em edital, o resultado foi publicado em DO. Quatro dias depois recebo ligação do MINC informando sobre nova listagem. Nãou houve explicação do por que fui excluída. Não há na nova listagem nenhuma informação falando que ela é uma retificação da primeira. Só eu fui excluída. Peço manter meu direito de permanecer no edital, entregar documentação e posteriormente ir a FIL 2015. PRONAC 158118 de Janine Rodrigues Nascimento

Deixe seu comentário

Opa, não era exatamente isso que você esperava…
Mas temos uma novidade : )

Nosso querido Panela de Pressão ajudou cidadãos e cidadãs a conquistarem vitórias importantes. Por isso, decidimos ir além: estamos desenvolvendo o  BONDE - uma ferramenta ainda mais completa, com várias funcionalidades para você mobilizar pessoas em torno das causas que acredita. Tudo o que você fazia aqui, vai poder fazer no  BONDE  - e muito mais!

Em breve, o  BONDE  vai começar a circular. Enquanto isso, você pode propor mobilizações para uma das equipes locais da Rede Nossas Cidades - é só preencher o formulário abaixo:

PREENCHER FORMULÁRIO

(Como nossa equipe é pequena, a gente não pode garantir que a mobilização vá ao ar, mas prometemos que a proposta vai ser estudada com o todo o cuidado - e, havendo condições de produzir, vamos entrar em contato com você pra construirmos juntos.)

Você também pode apoiar causas que já estão no ar! Dê uma olhada nas mobilizações abertas na Rede Nossas Cidades: