Não foi dessa vez... Esta campanha foi encerrada há 1 ano

O berçário das baleias pede socorro!

Square baleia
Cozinheiro da mobilização
O berçário das baleias pede socorro!

O período de reprodução das baleias mal começou e já são 9 baleias mortas no interior e imediações da Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca, no litoral de Santa Catarina. A necrópsia da última que foi encontrada morta - um filhote - acusou traumatismo por colisão. Outras morreram enredadas em redes de pesca.

Há anos, um pequeno grupo está mobilizado para cobrar medidas efetivas de proteção às baleias, mas até agora nada foi feito. É hora de todos se engajarem. Nós não podemos permitir que o órgão responsável por proteger as baleias, continue se omitindo dessa forma. Vamos exigir que o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Cláudio C. Maretti, apresente e execute um Plano de Ação Emergencial para a Proteção das Baleias na APA da Baleia Franca.

A temporada reprodutiva está apenas começando, estamos correndo contra o tempo. Se nós lotarmos a caixa de mensagens do presidente do ICMBio, ele terá que elaborar esse Plano a tempo de evitar mais mortes de baleias.

Envie sua mensagem agora!

Há milhões de anos as baleias franca fizeram do litoral catarinense seu berçário: um local seguro para reproduzir, parir e amamentar seus filhotes. E sabe o que elas encontram quando chegam aqui? Redes de pesca, trânsito de embarcações, turismo de observação de baleias com barcos clandestinos, lanchas de passeio em alta velocidade, obras de ampliação de um porto construído ao lado da principal enseada de reprodução, ou seja: o descaso do ICMBio, órgão responsável pela gestão da APA da Baleia Franca.

Esse descaso com o berçário vem ocorrendo há anos! No ano 2.000, a sua importância foi reconhecida por meio da criação da APA da Baleia Franca, que abrange nove municípios. Em 2005 a APA deveria ter concluído o seu Plano de Manejo, o que evitaria o molestamento e a mortandade das baleias. Mas até hoje esse plano não saiu!

Fontes:

Notícia sobre baleia Franca morta por colisão com embarcação, filhote recém nascido, tinha 5,20 metros, fêmea. Praia do Rosa. Imbituba, SC

Notícia sobre morte de baleia Jubarte, adulto, macho, 9 metros, enrolado em uma rede de pesca. Jaguaruna, SC.

Notícia sobre morte de baleia Franca, filhote recém nascido, fêmea, com 5 metros. Guarda do Embaú. Palhoça, SC.

Notícia sobre baleia Jubarte, filhote, que passou 6 dias emalhada em Garopaba, SC.

*A Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca (APA Baleia Franca) foi criada com o objetivo de “proteger, em águas brasileiras, a Baleia Franca Austral, ordenar e garantir o uso racional dos recursos naturais da região, ordenar a ocupação e utilização do solo e das águas, ordenar o uso turístico e recreativo, as atividades de pesquisa e o tráfego local de embarcações e aeronaves".

Deixe seu comentário