Por Zonas Estritamente Residenciais nos Jardins!

Por Zonas Estritamente Residenciais nos Jardins!

São Paulo está passando por um processo de revisão de seu zoneamento. E as chamadas “ilhas de tranquilidade” - bairros sem grande movimentação e com mais áreas verdes - estão ameaçadas.

No caso dos Jardins, o projeto da Prefeitura busca ampliar os usos permitidos nos corredores da lei de zoneamento, permitindo praticamente qualquer uso, como o da Av. Brasil, Rua Estados Unidos, Alameda Gabriel Monteiro da Silva, Rua Colômbia, Av. Europa e Rua Groenlândia, e ainda aumenta a largura dos corredores comerciais e de serviços para além de 40m de profundidade até os fundos dos lotes e permite prédios altos em alguns lugares. Pior: com a desculpa de estar apenas legalizando a situação atual, a Prefeitura quer anistiar os comércios que estão ilegalmente instalados, confessando assim, se insistir nessa linha, incapacidade administrativa ou conivência com a ilegalidade. Só no Jardim Paulistano (da Faria Lima até a Marginal) um quarto pode ser completamente descaracterizado. Ruas como Campo Verde, Elisa Pereira de Barros, e Iraci são residenciais e até duas praças estão em jogo. No caso da Rua Coronel Irlandino Sandoval por exemplo, já há um terreno na esquina comprado por uma Incorporadora.

Mas é possível evitar que essa degradação dos Jardins aconteça! Muitos moradores estão se mobilizando para a proteção de suas próprias ruas, mas é hora de unirmos forças para a preservação de todo o bairro. O projeto da Lei de Zoneamento será debatido e votado em breve. Vamos todos pressionar os vereadores para que essa mudança seja vetada. Envie no box ao lado seu e-mail pedindo a preservação integral do zoneamento, inclusive os atuais corredores de comércio e serviços** das zonas estritamente residenciais!**

No passado a SAJEP já conseguiu barrar a construção de um shopping que havia obtido o apoio do governador do Estado, implementando no seu lugar o MUBE o premiado internacionalmente Museu da Escultura (com projeto de Paulo Mendes da Rocha) e também o tombamento dos 4 bairros jardins. Ademais, a importância dos Jardins para São Paulo é estrutural: há mais árvores ali do que no Parque do Ibirapuera! É uma ilha verde em meio a um mar de prédios que beneficia a todos. Inclusive gerando menos tráfego de veículos em meio a um congestionado Centro Expandido.

A maioria dos moradores paulistanos, do centro ou da periferia também prefere morar em ilhas de tranquilidade. Planejando o seus bairros. Como o de Perús! A Prefeitura deveria estar atuando para elevar o nível geral da qualidade de vida nos bairros, e não ao contrário! Vamos nos unir por uma cidade mais sustentável e participativa.

As ruas Jacarezinho, Campo Verde, Elisa Pereira de Barros, Iraci, Dona Helena Sales de Gusmão, Manduri, Içanã, Ibiapinópolis, Praças Guilherme Kawall e Coronel Pires de Andrade são ruas e praças estritamente residenciais. Defendemos sua manutenção como ZER Zona Estritamente Residencial sem nenhuma concessão! Se existe algum comércio ou serviço nelas instalados, são ilegais e devem ser coibidos. Se a Prefeitura usa como argumento sua presença para mudar o zoneamento, legalizando-os, reconhece que deixou que essa ilegalidade se consumasse por não fiscalizá-la e impedi-la, fechando os usos irregulares. Esse não cumprimento de sua obrigação de fazer cumprir a lei, constitui prevaricação, passível de demandas na Justiça.

Não deixe que a especulação imobiliária destrua essa parte importantíssima dos nossos 4 Jardins América, Europa, Paulista e Paulistano, o Jardim Paulistano “de Baixo”.

SAJEP – Sociedade dos Amigos dos Jardins América, Europa, Paulista e Paulistano

Deixe seu comentário

Opa, não era exatamente isso que você esperava…
Mas temos uma novidade : )

Nosso querido Panela de Pressão ajudou cidadãos e cidadãs a conquistarem vitórias importantes. Por isso, decidimos ir além: estamos desenvolvendo o  BONDE - uma ferramenta ainda mais completa, com várias funcionalidades para você mobilizar pessoas em torno das causas que acredita. Tudo o que você fazia aqui, vai poder fazer no  BONDE  - e muito mais!

Em breve, o  BONDE  vai começar a circular. Enquanto isso, você pode propor mobilizações para uma das equipes locais da Rede Nossas Cidades - é só preencher o formulário abaixo:

PREENCHER FORMULÁRIO

(Como nossa equipe é pequena, a gente não pode garantir que a mobilização vá ao ar, mas prometemos que a proposta vai ser estudada com o todo o cuidado - e, havendo condições de produzir, vamos entrar em contato com você pra construirmos juntos.)

Você também pode apoiar causas que já estão no ar! Dê uma olhada nas mobilizações abertas na Rede Nossas Cidades: