15 de Novembro de 2014
Pressão fez efeito e Prefeitura assume que errou! Mas não quer desistir da destruição da Billings.
Img 1974  1

Nossa pressão está funcionando, representante da secretaria municipal de habitação reconheceu a falta de diálogo, assumiu que foi uma falha grave da administração, mas informou que a prefeitura está decidida a levar o projeto adiante, “não existe um plano B”, salientou.

De qualquer forma, assegurou que levará ao Prefeito Haddad as reivindicações dos moradores e abriu a possibilidade diálogo. Portanto, precisamos aumentar a pressão e enviar mais emails e convencer mais pessoas a participar da mobilização! Veja mais informações abaixo.

Encaminhamentos da audiência:

1) Total apoio à criação do Parque dos Búfalos em 100% do terreno por todos moradores presentes, vereadores e deputados.

2) Conseguir uma reunião com o prefeito, pois somente ele é capaz de determinar a interrupção do projeto.

3) Marcar Audiência pública conjunta entre a Frente de Sustentabilidade e a Comissão de Meio Ambiente para discutir o Parque dos Búfalos com representantes do executivo municipal, estadual, federal, o Ministério Público estadual e a empresa responsável pelos projetos.

Precisamos aumentar a pressão e exigir da Prefeitura e do Governo do Estado a realizão de audiências públicas convocadas pelo executivo para dar esclarecimentos e cumprir a legislação ambiental, que em caso de construção em área de manancial exigem essa consultas públicas!!! Vamos mandar novas mais emails ao Haddad, Alckmin e seus secretários! Você pode pressionar todos os dias.

Vaja relato detalhado da audiência abaixo.

Conseguimos tirar nossa foto gigante com muita a gente que exige o Parque dos Búfalos inteiro. Imprimimos 4 banners gigantes de 1mx70cm e vamos entregar ãmanha ao Haddad e ao Alckmin na inaguração da Estação Fradique do Metrô. Estão todos convidados!

Em clima acalorado, com protestos de insatisfação, ocorreu na noite de ontem, 13/11, na Assembleia Legislativa de São Paulo, uma audiência pública para discutir com os moradores a criação do Parque dos Búfalos, no Jardim Apurá, na Zona Sul da cidade. Existiam mais de 40 moradores representando a comunidade local e os líderes do movimento, Wesley Rosa e Aurélio Prates, entre representantes do Parque Augusta, Rede de Novos Parques e a Rede Minha Sampa.

Convocada pelo deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL), também estavam presentes os vereadores Gilberto Natalini (PV), Toninho Vespoli (PSOL) e Ricardo Young (PPS) que apóiam a implantação da área de lazer. Representando o Executivo Municipal estavam Márcia Terlizzi Diretora de planejamento da Secretaria Municipal de Habitação, e Júlio Cezar dos Reis, Diretor do Departamento de Controle de Qualidade Ambiental Geral da Secretaria do Verde e Meio Ambiente. Também foi convidado, mas não pode comparecer, um representante do Ministério Público Estadual, pois existe inquérito civil aberto para apurar o tema.

A representante da secretaria de habitação, reconheceu a falta de diálogo, assumiu que foi uma falha grave, mas informou que a prefeitura está decidida a levar o projeto adiante, “não existe um plano B”, salientou. De qualquer forma, assegurou que levará ao prefeito as reivindicações dos moradores. Levantamentos feitos pelos próprios movimentos em defesa do parque apontam terrenos privados na Zona Sul, um pouco mais afastados da represa, que chegam a dever até 25 anos de IPTU, e que poderiam receber as moradias.

As tratativas para construção do Conjunto Habitacional já estão bastante adiantadas. De acordo com Márcia, todas as licenças ambientais já foram expedidas e falta somente a emissão do alvará para início da construção. O empreendimento conta com verbas dos governos Federal, Estadual e Municipal. Porém, os moradores da região estão inconformados, pois não foram comunicados sobre a obra, e quando ficaram sabendo, não conseguiram obter informações com a prefeitura. “Tentamos diversas vezes, mas nossos questionamentos nunca foram respondidos. Não houve qualquer diálogo”, denunciou Wesley Rosa, do coletivo “Salvem a Represa Billings”.

(agradecemos texto parcialmente cedido pela assessoria de imprensa do vereador Toninho Vespoli)