Square 4aw5fjo
Esta mobilização foi selecionada por Meu Rio. Saiba mais sobre a seleção, clique aqui.

Prefeito, não derrube a licença paternidade de Niterói!

No ar há quase 3 anos em Crianças e adolescentes
7xqaysb
Cozinheiro da mobilização
Prefeito, não derrube a licença paternidade de Niterói!

No último dia 9, a Câmara Municipal de Niterói aprovou uma emenda à Lei Orgânica aumentando de 5 para 30 dias a licença paternidade dos servidores públicos da cidade, mas o prefeito Rodrigo Neves não aprova essa medida.

Ele já pediu que a Procuradoria do Município entre com uma ação na Justiça contra o aumento da licença, pois considera que a licença de 30 dias "não é necessária, nem fundamental." Além disso, o prefeito argumenta que essa decisão é de competência do Executivo, e não do Legislativo, mas não explica porque não vetou a lei quando teve oportunidade.

Em outros países, a licença-paternidade é bem maior. Nos Estados Unidos, por exemplo, ela pode chegar a 3 meses; na Alemanha, varia de 1 a 3 anos. Niterói deu o exemplo e se tornou a primeira cidade brasileira a dar um mês de licença paternidade para seus servidores. Esse é um caminho fundamental na promoção de políticas públicas de igualdade de gênero, e deveria ser um caminho sem volta.

Por isso, não podemos admitir que o prefeito Rodrigo Neves tire de nós um direito conquistado. Se milhares de emails foram enviados, ele vai entender que, se tentar derrubar o aumento da licença-paternidade, vai comprar briga com muita gente. Pressione agora!

Fontes:

Prefeitura de Niterói tentará derrubar licença-paternidade:

Ampliação de licença-paternidade gera debate:

Deixe seu comentário