Vitória! Esta campanha foi encerrada há 11 meses

Não queremos uma polícia controlada pelos deputados estaduais

No ar há mais de 2 anos em Transparência e Participação
Square eu
Cozinheiro da mobilização
Não queremos uma polícia controlada pelos deputados estaduais

Nos próximos dias, a Alerj vai votar a criação da Polícia privativa dos deputados estaduais. Isso mesmo, os deputados querem uma Polícia só para eles. Parece piada, mas não é.

Segundo o projeto, que circula na casa há cinco anos e agora será votado, a Polícia Legislativa terá porte de arma de fogo e poderá abordar cidadãos que frequentam a Alerj para acompanhar as sessões e se manifestar contra ou a favor de projetos votados pelos deputados. Além disso, o Departamento de Polícia Legislativa terá poderes para instaurar inquéritos criminais contra qualquer pessoa. Isso tudo sob controle dos deputados da Mesa Diretora.

O direito à segurança pública é um direito de todos e não apenas dos deputados. O projeto não é ilegal, mas não é isso que está em questão. A proposta de uma polícia privativa para o parlamento soa como um deboche na cara da sociedade, que pede melhorias nas instituições responsáveis pela investigação e elucidação de crimes.

Por isso, precisamos pressionar os deputados estaduais para que não aprovem mais esse privilégio do Poder Legislativo. Precisamos lembrá-los que a Alerj é a casa do povo e não a casa dos deputados. Se houver a necessidade de alguma ação policial no parlamento fluminense, não pode ser controlada pelos próprios parlamentares. Não aceitaremos a criminalização da cidadania!

Fontes:

Alerj pode ter polícia legislativa

Projeto propõe criação de Polícia Legislativa armada

Projeto de Resolução

Deixe seu comentário