Não foi dessa vez... Esta campanha foi encerrada há 5 anos

Não queremos aumento da tarifa da água!

No ar há mais de 5 anos em Obras Públicas e Infraestrutura
Square avatar blank
Cozinheiro da mobilização
Não queremos aumento da tarifa da água!

Meu nome é Nalva Pinheiro, sou moradora de Colégio e não aceito o aumento absurdo da conta da água que vai valer a partir do mês de agosto!

É um abuso ter que pagar um preço ainda maior de um dia pro outro, sendo que o serviço é péssimo. As contas vêm erradas, eles cortam a nossa água sem explicação, muitas vezes a água vem suja, e é muito difícil falar com eles no telefone para corrigir os problemas. Somos mal-tratados toda vez que tentamos. Sem falar que muita gente recebe conta sem ter água chegando em casa, e tem que pagar o preço pra não ficar com nome sujo.

Eu, meus vizinhos e, com certeza, boa parte dos cariocas, sofremos com a falta de qualidade do serviço da CEDAE e não é possível que ela possa aumentar a nossa conta desse jeito!

Exigimos que o presidente da CEDAE não aumente o preço da água até que os problemas no serviço sejam resolvidos.

Deixe seu comentário

Opa, não era exatamente isso que você esperava…
Mas temos uma novidade : )

Nosso querido Panela de Pressão ajudou cidadãos e cidadãs a conquistarem vitórias importantes. Por isso, decidimos ir além: estamos desenvolvendo o  BONDE - uma ferramenta ainda mais completa, com várias funcionalidades para você mobilizar pessoas em torno das causas que acredita. Tudo o que você fazia aqui, vai poder fazer no  BONDE  - e muito mais!

Em breve, o  BONDE  vai começar a circular. Enquanto isso, você pode propor mobilizações para uma das equipes locais da Rede Nossas Cidades - é só preencher o formulário abaixo:

PREENCHER FORMULÁRIO

(Como nossa equipe é pequena, a gente não pode garantir que a mobilização vá ao ar, mas prometemos que a proposta vai ser estudada com o todo o cuidado - e, havendo condições de produzir, vamos entrar em contato com você pra construirmos juntos.)

Você também pode apoiar causas que já estão no ar! Dê uma olhada nas mobilizações abertas na Rede Nossas Cidades: