Serra da Misericórdia: que parque é esse?

No ar há quase 3 anos em Meio Ambiente e Direitos dos Animais
Square b4ic2ui
Cozinheiro da mobilização
Serra da Misericórdia: que parque é esse?

Há 16 anos o Verdejar Socioambiental vem lutando e mobilizando com atuação direta no território do Complexo do Alemão com o principal foco de trabalhar pela criação de um Parque Ecológico no maciço da Serra da Misericórdia, que fomentasse sua conservação como uma estratégia de envolvimento socioambiental das favelas e bairros de seu entorno. Após essa luta intensa no território e debate da sociedade civil organizada junto ao poder público, foi criada uma das mais importantes unidades de conservação da Zona Norte carioca, a Área de Proteção Ambiental e Recuperação Urbana - Aparu da Serra da Misericórdia, abrangendo cerca de 3.695 ha, decreto municipal Nº 19.144 de 16 de novembro de 2000.

Ao longo da historia da luta pelo parque, foram prometidos milhões de reais para a criação do parque - de quais a última promessa foi feita na Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente, a Rio+20, quando a Ministra do Meio Ambiente, Isabela Texeira, liberou mais 15 milhões de reais da Caixa Econômica Federal para a implantação do Parque Municipal Urbano da Serra da Misericórdia.

Infelizmente temos muito pouco a comemorar. Após a grande luta pela criação do parque, a construção do parque vem sendo utilizado como justificativa para a remoção de muitas famílias da Lagoinha e muitas outras comunidades, no Complexo do Alemão. Segundo representantes das secretarias de meio ambiente e habitação do município do Rio de Janeiro, essas remoções são necessárias devido aos impactos ambientais causados por essas famílias dentro dos limites atuais do parque.

A comunidade pela qual o parque está sendo construido não se beneficiará dele. Não tem como evitar a pergunta: que parque é esse?! Que politica publica é essa que vem a defender um dinheiro que é nosso para ter o direito de ter uma área verde preservada mas que usurpam o direito de viver onde os moradores foram criados há mais de 40 anos. Que parque é esse que em vez de vir garantir a preservação da serra de misericórdia veio para oprimir as pessoas que já estavam oprimidas, que já estavam vunerabilizadas?

Diante desse cenário, o Verdejar, os moradores da comunidade Lagoinha e toda nossa rede de parceiros reivindica a criação do Conselho Gestor da Aparu da Serra da Misericórdia, para que seja garantida nossa participação nos processos de tomada de decisão relacionados à implementação do Parque Municipal Urbano da Serra da Misericórdia.

Assim, convidamos os secretários Pierre Alex Domiciano Batista (Secretaria Municipal de Habitação) e Carlos Alberto Muniz (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) para o Diálogo Socioambiental: Justiça Ambiental na Favela, com o tema: Que parque é esse? Merecemos pelo menos uma audiência com os mesmos para poder dialogar sobre a questão. Cansamos de não obter respostas do poder público.

Pressione agora para exigir que os secretários apareçam no seminário!

Saiba mais: Projeto investirá R$ 15 milhões no Parque Urbano da Serra da Misericórdia, no Rio de Janeiro

Deixe seu comentário